Para onde o leva o coração? - na conquista da sua identidade


Vamos pensar em alguém dos seus 30 anos, sem namorado(a), nem perspetivas de casar... “Que máximo!”, dizem alguns; “Coitadinha!” – diz, em geral, a sociedade que vê esta situação como uma falha penosa. Esta pessoa, dizem, irá tornar-se num ser humano amargo e incompleto, esperando-o um futuro infeliz, inglório e solitário.

Creeedo. – dizemos nós – Nada disso! Afaste para lá essa ideia, por favor.

Se pensa da mesma maneira é porque talvez não saiba ainda que nem todas as pessoas ambicionam uma relação amorosa como objetivo de vida. Têm outros objetivos tão dignos e enriquecedores como esse. Mais, essa opção não vem de pessoas mal amadas ou tão pouco se tornarão frustradas, sós e infelizes.

A felicidade e a realização pessoal dependerão do conhecimento das suas necessidades fundamentais e de como elas são canalizadas e vividas no seu dia-a-dia.

Assim, saiba que é possível ser-se solteiro por opção, sem estar a fugir de nada, nem de alguém, e ser genuinamente feliz, bem resolvido e verdadeiramente realizado na vida.

Na verdade, saber estar só é uma aprendizagem necessária ao bom equilíbrio emocional na vida. No entanto, a facilidade com que isso é conseguido não é igual para todas as pessoas, simplesmente porque, para uns, estar só é uma necessidade fundamental e, para outros, conquistar uma relação amorosa e ter a própria família são objetivos de vida.

Ambas as necessidades são absolutamente válidas e nenhuma é melhor ou pior que a outra.

Se pertence ao grupo das pessoas que está sozinho contra vontade, saiba que não é menos pessoa, nem tão pouco tem menos valor por isso. Não deixe que a sua necessidade de encontrar um amor correspondido sobressaia mais do que aquilo que já conquistou até agora, nem deixe que tal interfira na realização de outras necessidades suas. Sabe quais são? É que a resposta a esta pergunta pode ser um auxílio de peso para superar medos e alcançar objetivos. Para além disso, viver só é diferente de estar só. Concorda?

É importante compreender também que a verdadeira felicidade parte de dentro de si e não de razões externas, como encontrar o verdadeiro amor.

Garantimos-lhe que isto não é bla bla bla! Por exemplo, de que vale encontrar o companheiro ideal se não conseguir realizar as suas necessidades e objetivos de vida? Certamente que não conseguirá ser feliz como idealiza!

Conheça o nosso programa IKouple.

Se pertence ao grupo dos solteiros felizes, seja fiel às suas necessidades e não ceda às pressões dos amigos e da família.

Por vezes, o desconhecimento do que somos e do que precisamos para sermos verdadeiramente felizes leva-nos a ouvir a vontade da sociedade, mais do que a nós próprios. Isso é errado porque ao estar a contraiar as suas necessidades básicas, está a abrir portas para que a frustração e a infelicidade entrem gratuitamente na sua vida e na de quem dela participa. Portanto, ouça o seu coração, resista aos gostos e aos desejos dos outros, sinta-se bem consigo mesmo e evite desgostos maiores e experiências desagradáveis.

Conheça também o nosso programa IKestion.

Em qualquer uma das situações a que pertença, há uma verdade incondicional que deve ter sempre presente – A pessoa com quem deve ter a relação mais importante da sua vida é consigo mesmo, simplesmente porque é consigo que terá de conviver sempre - todos os dias, todas as horas, todos os minutos e segundos, para o resto da sua vida. Você estará sempre presente em todas as situações da sua vida como, logicamente, mais ninguém estará. Portanto, é justo que se ame e se respeite, antes de tudo. Aprenda a relacionar-se consigo próprio e a tratar bem de si. Mime-se, jure-se fidelidade e construa a melhor relação de todos os tempos... consigo mesmo.

Se o não conseguir fazer consigo, não o conseguirá fazer com mais ninguém. Nem com amigos, nem com a família, ninguém. Não se iluda!

E não confunda nada disto com egocentrismo. Trata-se de se conhecer primeiro, antes de se dar aos outros. E até poderá parecer-lhe que o autoconhecimento seja uma tarefa subjetiva e inalcançável mas garantimos-lhe que é uma tarefa bastante objetiva, realizável, gratificante e com frutos de excelente qualidade.

Portanto, em qualquer uma das situações em que se encontre, ouça o seu coração e perceba o que ele lhe tem a dizer. Se o fizer, ficará surpreendido. Aceita o desafio?

Estudos científicos realizados nos Estados Unidos concluíram que “A confiança, combinada com uma autoavaliação realista, produz um aumento de 30% na satisfação com a vida.(Sedlacek, W., 1999)

E mais uma dica: “As pessoas bem sucedidas gastam todos os dias pelo menos quinze minutos a pensar sobre o que estão a fazer e o que podem fazer para melhorar as suas vidas.” (Sigmund, E., 1999)

Boas escolhas!

O programa IKouple, exclusivo d’O SEU IKIGAI, é um plano de desenvolvimento relacional, individual ou conjunto, orientado na procura de respostas a receios, dúvidas e expetativas, relacionadas com a vida amorosa. Permite conhecer os perfis motivacionais pessoais e do casal, alinhar necessidades individuais, traçar metas comuns, rever prioridades e muito mais, melhorando assim a qualidade e a saúde da relação consigo próprio e com o outro. Conheça melhor o IKouple.

O programa IKestion, exclusivo d’O SEU IKIGAI, é um plano de desenvolvimento individual para adultos, orientado para a resolução de questões centrais da vida de cada um, melhorando assim a performance pessoal e profissional, autoimagem, autonomia e muito mais. Conheça melhor o IKestion.

Imagem I O SEU IKIGAI

#IKouple #Ikouple

Ainda não encontrou o seu IKIGAI? Subscreva a newsletter e receba nossas pistas!