5 dicas para transformar a sua relação num conto de fadas


78% das convicções das pessoas em relação ao amor romântico e ao casamento são influenciadas pelas personagens dos contos de fadas, como A Gata Borralheira, Rapunzel e Tarzan. (Lockhart, A., 2000)

Estas convicções irrealistas fazem com que as pessoas vivam uma “maior predisposição para sofrer desilusões e para se sentirem arrasadas ou angustiadas com os seus relacionamentos, do que as pessoas que dão menos crédito a essas histórias."

Mas será assim tão impossível viver um grande amor? Perguntarão alguns. Não, mesmo!

O amor existe e é realmente promotor de realização e felicidade! No entanto, para alcançá-lo deve ter em atenção alguns fatores de relevo.

Os contos de fadas são importantes, sim, para a construção da sua identidade no amor mas apenas como inspiração! De resto, todas as histórias de amor se constroem por meio de um longo percurso que exige esforço e dedicação. Portanto, a sua história de amor não será certamente exceção.

Outro ponto frequentemente ignorado é o facto das histórias de encantar serem sempre suspendidas diante dos nossos olhos exatamente na altura em que duas personagens estão no auge da sua paixão. Este deixar de acompanhar a narrativa, sem Parte 2, deixa-nos com a sensação que esse estado de paixão se prolonga “até que a morte nos separe”.

Naaaaaaa! Garantimos-lhe que as histórias reais de amores verdadeiros continuam bastante ativas para além do “final feliz”.

Deixamos-lhe aqui algumas varinhas de condão com pós de perlim pim pim que, embora diferentes dos das fadas madrinhas da Cinderela, têm surtido resultados bastantes melhores.

1. Paixão é diferente de amor. Não deixe que o(a) iludam. O amor é assente numa base relacional estável, de respeito mútuo, sustentada pelo tempo e por experiências de parte a parte, com muitos altos e baixos, com erros e acertos. É uma conquista permanente vivida a dois.

2. Também pode utilizar “poções mágicas” na sua relação mas todas elas terão de ser cozinhadas por si - experimente a poção do rótulo “esclarecer expetativas”, ou a que diz “reajustar tarefas”. Também há uma para “mudar rotinas”, e outra em que surpreende o outro. São apenas exemplos de fórmulas de encantar... o seu par.

3. O beijo que despertou a Bela Adormecida também pode funcionar com o seu parceiro(a) mas lembre-se que o da história não era um simples beijo; tinha nele o verdadeiro amor. Por isso, antes de achar que um beijo resolve o desfecho de uma discussão, concentre-se primeiro em resolver o impasse que a provocou.

4. As personagens dos contos de fadas acabam sempre abraçadinhos e a nós parece-nos que na hora de dormir também. Certamente que, mesmo antes do “final feliz”, não se deitavam zangados um com o outro. É algo que também pode fazer! Nunca adormeça com assuntos mal resolvidos entre os dois. Dizem que “uma noite bem dormida faz milagres” mas quanto a isso já vimos que funciona melhor nos contos de fadas !

5. Não fique à espera que as coisas se resolvam por si próprias. Seja protagonista na construção da sua própria história de amor.

Então, não se cole às personagens de ficção. Adapte os contos de fadas às circunstâncias da sua vida, ao seu estilo de vida, às suas necessidades reais e às características do seu príncipe encantado ou da sua Cinderela.

(Re)Construa-se na relação, e torne-se mais feliz no amor.

O programa IKouple, exclusivo d’O SEU IKIGAI, é um plano de desenvolvimento relacional, individual ou conjunto, orientado na procura de respostas a receios, dúvidas e expetativas, relacionadas com a vida amorosa. Permite alinhar necessidades individuais, traçar metas comuns, rever prioridades e muito mais, melhorando, assim, a qualidade e a saúde da relação. Marque já a sua avaliação IKouple.

Imagem I O SEU IKIGAI

#Ikouple